domingo, 31 de agosto de 2014

Wraps caseiros de peru.

Olá e bom final de domingo!!

Hoje fiz wraps caseiros de peru.




Comprei peito de peru e piquei o mesmo com a faca de cozinheiro, temperei e fiz hamburguers.
Depois acrescentei salada e ficaram divinos. Fiz umas poucas de batatas caseiras ( descascadas e partidas em casa, nada de congeladas que são  pré-fritas e gordurosas, por isso fazem muito mal à saúde e têm imensas calorias).


 Aqui o passo a passo ( só não fiz o passo a passo das tortilhas wrap, porque esqueci...noutra ocasião farei.

Para o recheio do wrap :


 Peito de peru ou de outra carne que queira, bife, frango, pode fazer-se até com atum e peixe diverso, ou apenas com legumes.


Carne picada com a faca de cozinheira, como ensinei a fazer noutro post.


Acrescentei à carne picada fina, uma cebola média, finamente picada. 


Acrescentei um ovo grande ( tinha 350  gramas de carne)



Acrescentei ainda duas colheres de sopa de pão ralado, sal marinho, salsa picada, pimenta preta.



As duas colheres de pão ralado que referi acima.


Depois de  obter uma massa homogénea, formei hamburguers.


Passeios pela frigideira com um fio de azeite.



Os hamburguers ficaram  grelhados e com este aspecto divinal.



Sobre a tortilha coloca-se um hamburguer cortado em tiras, e acrescentei salada e sumo de limão.


O wrap  depois de fechado.


Depois de partido em diagonal e com batatas caseiras.




Uma refeição óptima para um domingo em família.

Para  as  tortilhas :

1/2 kg de farinha de trigo (pode usar de arroz ou milho, já fiz com farinha de milho fino)
1 colheres (chá) de sal marinho, só uso este
2 colheres (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de azeite
1 sachet de fermento biológico
1 clara


Preparação :


Peneire a farinha, junte o sal, o açúcar, o azeite, o fermento, a clara e 1 chávena  de água morna
Bater em até formar massa homogénea
Divida a massa em 14 partes iguais, fazendo bolas de massa e embrulhe em película aderente.
Deixe descansar por 25 minutos
Em seguida, coloque a massa numa superfície enfarinhada
Abra cada uma das bolas com um rolo de massa até obter uma espessura de aproximadamente 1 cm  cerca de 29 cm de diâmetro
Com a manteiga restante, unte os tabuleiros
Disponha  as rodelas de massa e leve ao forno por 20 minutos
A massa deverá ficar levemente firme e não deverá dourar
Assim que retirar as massas do forno, guarde-as, uma a uma, em saco plástico, próprio para alimentos, para não perder humidade
Mantenha nos sacos plásticos até pouco antes de servir.

Inspirei-me  numa receita daqui mas fiz modificações, porque acho algumas quantidades desajustadas -
http://www.tudogostoso.com.br/


sábado, 30 de agosto de 2014

Sobremesa deliciosa aproveitando bolo





Olá, boa tarde amig@s !!!

Estamos em pleno fim de semana...há por aí bolo que ninguém come?? Cá em casa adoramos bolo torrado ao pequeno almoço...já experimentaram?? iogurte com frutas e uma fatia de bolo torrado com geleia de frutas sem açúcar, um café acabado de passar...que mais se pode querer???

Mas desta vez, é mesmo uma sobremesa. Fiz um destes dias e estava uma delicia.
Pode fazer-se de diversas maneiras, isto é, o doce de ovos, pode ser substituído por pudim, até mesmo dos instantâneos. A gelatina de frutas, pelas gelatinas de pacote.

Esta que fiz, foi com doce de ovos, rápido já aqui ensinei a fazer na frigideira, e fiz gelatina de frutas, com 6 folhas de gelatina e sumo de fruta, natural. E fiz as natas light ( pouco gordas) só com duas colherzinhas de açúcar em pó às quais  adicionei duas folhas de gelatina incolor, ao chantilly já batido. Se não ficar muito firme, depois vai ficar, com as folhas de gelatina.
Isto porquê?? porque luto contra  a balança e preciso perder peso. Todas as embalagens de pudins e gelatinas têm muito açúcar e por isso faço diferente. Apenas por isso, é muito rápida e dá para uma casa de família.



Cortar as fatias de bolo, que vai aproveitar, que ficou seco, ou já fez outro e ninguém mais comer esse... bem finas, para forrar a taça. Pode substituir  por bolachas demolhadas em café forte, não adoçado.


Sobre o bolo, coloca seis ovos, em creme com duas colheres de nata, duas colheres de açúcar fino e meia chávena de água. ( Já aqui ensinei a fazer, o problema é que não pode deixar sozinho, tem de estar sempre a mexer. Coloca meia chávena de água e sobre ela  vai deitando e sempre a misturar, os ovos batidos com as duas colheres de natas e duas colheres de açúcar. Se ficar muito espesso, adicionar um pouco de nata ou água mas não fria. Claro que não é a receita tradicional, é uma receita para quem não quer engordar...:)

Sobre o anterior, deita as natas em chantilly às quais adicionou as duas folhas de gelatina, como referi acima.

Depois coloca  uma camada de gelatina, a foto ficou estragada. Fiz com sumo de  morango e maracujá com seis folhas de gelatina.
Volta a colocar mais chantilly  para finalizar.



Vai ao frigorífico por três horas. Geralmente a meio já dá para comer...;)


E o resultado final é uma verdadeira tentação. Frio é melhor. Pode ainda adicionar fruta a gosto por cima.
Como já era muito calórico, apesar de um doce light, resolvi não colocar. Dura uma semana no frio.

Bom apetite ...:)

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Bolo de cenoura

Uma bela ideia para este tempo de chuva e frio....,um bom e reconfortante  bolo que pode ser comido como sobremesa - bolo de cenoura. 







Bolo de cenoura ( minha receita)

Ingredientes: 

400 gramas de cenoura cozida
1 chávena e meia de açúcar ( a cenoura já é doce, por isso coloca-se menos açúcar do que num bolo normal)
2 chávenas de farinha fina para bolos
1 colher chá fermento em pó
Meio (1/2) pacote de natas
½ chávena de óleo ( usei girassol)
½ chávena leite morno (uso Vigor meio gordo)
2 ovos grandes ( separar as gemas das claras e bater estas em castelo)
Raspa de um limão
pitada de sal, nas claras e na massa 
Óleo, pouco, para untar forma e o papel vegetal que a envolve
 


Como fazer:

 
Misturar gemas e açúcar, depois a papa da cenoura cozida, pisada, mas não triturada.
Ir acrescentando um pouco da farinha, as natas, o óleo, leite e demais ingredientes. No final acrescenta as claras e envolve pouco, para que estas não percam o ar que têm dentro.
Ter o forno pré-aquecido a 220ºC
Colocar a massa na forma untada, se usar papel vegetal, untar com um pouquinho de óleo, e não precisa colocar farinha para polvilhar.
Colocar no meio do forno, por 45 minutos a 200ºC. Verificar com palito, se está bem cozido.
Custo do bolo cerca de 6 Euros em ingredientes.

Peso obtido, mais de um quilo.
( Desligar o forno e manter o bolo dentro, para que não fique tão húmido por dentro)

Passo a passo para  confeccionar o bolo de cenoura:

 

 

Cenouras cozinhas, escorridas e pisadas.
Não triturei, de propósito.


 

  Juntar as gemas

 

 Juntar o açúcar, uma chávena e mais meia em baixo

 

 Meio pacote de natas



Farinha 




 Adicionar o fermento à farinha 

 


 Adicionar o fermento 


 

 1/2 chávena de óleo 




Adicionar com cuidado as claras em castelo firme,para não perderem o ar.





Levar a forno pré-aquecido, a 220ºC em forma ( usei de bolo inglês, pode usar outra qualquer)
 Forrei a forma depois de a untar com um pouco de óleo e voltei a pincelar por cima do papel vegetal.
Baixar o forno para 200ºC e deixar cozer por 45 minutos. 



Rápido, económico e uma boa ideia para o lanche.

Se quiser usar como sobremesa, embeba o bolo com o sumo de duas laranjas, que vai vertendo com muito cuidado sobre o bolo, mal este fique morno, e depois mantenha no frigorífico.




Bom apetite e...não esqueça COMENTE!!!!

O pão da Isabel

Olá bom dia e boa semana!!

Já andava a pensar que a minha mão tinha algo de errado, já que as carcaças que fiz, não cresceram, e a massa folhada não folheou....afinal está tudo  no método que usamos e como seguimos as receitas.

Tudo tem o seu preceito. Afinal até a natureza tem o seu, as plantas não nascem assim, boom, nascem de sementes, que criam bolbos, criam depois pequenas plantas, que são polinizadas etc. Só então nascem as belas flores. Nas outras coisas é  igual. Tudo tem o seu preceito.

Então, há dias, procurava eu por inspiração no Youtube e dei com um vídeo e depois vi o segundo, do
Pão Caseiro Bem simples da Isabel...
O endereço está aqui.Porque ela merece ser divulgada, partilhada, comentada.  Simpática, simples, e tão comunicativa.  Aposto que tem mãos de fada!

https://www.youtube.com/watch?v=W7PSaUXj5kA
Visitem e vejam como é simples fazer este pão...fiz... tal e qual e nem meti colher de pau na massa, com medo que não ficasse bom!!




Escusado será dizer que depois do batido de fruta e kéfir desta manhã, foi café acabado de passar e  duas fatias de pão...fiz os pães  mais pequenos, tive receio de cozer mal por dentro, é assim, quando receamos errar....;)
Ah e a Isabel fala em uma hora de cozedura do pão, tive o forno a pré-aquecer a 180ºC por dez minutos e como sabem todos os fornos são diferentes, até os da mesma marca...este que estou a usar agora é de ar forçado e fica quente num instante. Coloquei um tabuleiro de água no fundo do forno e borrifei os pães. Cozeram ou assaram como se diz no Brasil, em 25 minutos!!!! ( talvez por serem menores...)


Olhem só que belezas!!!



Ingredientes  (dividi as quantidades originais que  são mostradas no vídeo, mais ou menos por três) :

1 ovo grandinho à temperatura ambiente
1 cubo 25 gramas de fermento de padeiro fresco
1/2 copo de leite morno
1/2 copo de óleo quente( usei girassol e aqueci no microondas)
4 colheres rasas de açúcar, usei amarelo
1/2 colher chá de sal, usei marinho
150 mililitros de água morna
600 gramas de farinha ( precisei de um tico mais para enfarinhar a mesa e o rolo e para desgrudar a massa das mãos. Mas se colocarmos muita a massa fica mais dura,  por isso segui à risca as porções, e o método tal e qual, como a Isabel mostra no vídeo. Para dizer a verdade, vi o vídeo duas vezes e agora sei de cor...


 O passo a passo :



 Juntar todos os ingredientes secos e ir misturando os líquidos e depois de tudo amassado, e bem sovado ( fiz 15 minutos de amassar da massa, colocando tal como a Isabel, o punho e virando a massa em direcção ao nosso corpo. Fiz sempre na mesma direcção. a massa descolou da  taça onde amassava e estava super elástica,mas tão, tão diferente das massas que tenho feito, que pensei que mais uma vez iria dar em treta (porcaria...;) )










Depois de uma hora de repouso, a massa a levedar, tinha tirado uma pequena   bolinha de massa, que coloquei num copo de água...uma e hora e pouco depois, a bolinha veio ao cimo da água. Como é ensinado no vídeo, a massa estava levedada.




Cá está ela, linda, elástica e fofa.

Depois é esticada com rolo e eu dividi em duas porções, queria  pães mais pequenos e não queria que ficasse mal cozido por dentro.


 A massa cortada mais ou menos a meio, depois de esticada.


Voltei a fazer o teste da massa antes de meter ao forno e 15 minutos depois, a bolinha veio acima...
Nunca mais deixo de fazer este teste!!!



Não tenho as formas usadas no vídeo, mas vou comprar...por isso perdido por cem perdido por mil, arrisquei e coloquei os pães apenas moldados sobre papel vegetal amanteigado que eu untei com um tico de óleo de girassol.

Os meus pães cozeram em 25 minutos!! Porque eram bem menores doque os originais, do vídeo.
Da próxima vez, vou  fazer a receita toda, mas congelar uma parte, já que se pode congelar e usar manteiga em vez de óleo e colocar menos açúcar.
Tambémn quero experimentar em fazer pequenos brasileiros com esta massa. Deu certo...há que explorar...:)



Vinte e cinco minutos depois estavam assim, lindos, dourados e um cheiro pela casa que dava gosto...Acabei de os cozer eram três da manhã e resolvi deixar dentro do forno, acabando de  usar o calor ainda  nele.

Só os parti de manhã..






Afinal este é o melhor pão do mundo!!! Pão estilo francês. Bom para caramba.


Espero que gostem da sugestão...Agora vou experimentar o outro pão, o integral...fiquei fã da Isabel.

Fiquem bem, divulguem o vídeo, porque merece e sejam felizes...a minha semana não podia ter começado melhor...:) :) :)