quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Vitamina ou salada de frutas


Bom dia amigos. 

A melhor maneira de fortalecer ossos, pele, unhas e cabelo é comer frutas, sementes, vegetais e alimentos ricos em ómega 3. 




Bela ideia de comer a salada de fruta, a substituir o pequeno almoço, com iogurte vegan, sabor à sua escolha. Uma forma de não comer algo que nos vai fazer sentir pesados. Frutas são mesmo o melhor!!



Ideias para tomar vitaminas, a melhor é mesmo comer bem e frutas e vegetais.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Doce de maçã rápido

Bom dia,


Tantas vezes temos fruta em casa e não temos capacidade de consumir. Porque comprámos demais, alguém nos ofereceu ou apenas porque  comprámos propositadamente.
Há inúmeras coisas que pode fazer, tartes, maçã assada, polpa da fruta em puré, bolos e muffins, ou compotas e doces.

Resolvi aproveitar diversas maçãs que tinha na gaveta do frigorífico e eram predominantemente de três espécies. Reineta, Royal Gala e Golden.

Lavei bem, descasquei e tirei sementes.
Coloquei num tacho ao lume com  200 gramas d ebrown sugar e um pau de canela, uma colherzinha de extracto de baunilha biológico ( feito a partir da vagem de baunilha, o que não acontece com o extracto comum, que nada tem a ver com baunilha- não uso,sou contra o modo como e obtido e nada tem a ver com o mundo vegetal).

No fim, hidrate duas colheres de café de  Agar-Agar com um pouquinho de água morna. Junte ao preparado e  deixe ferver por dois minutos. Desligue o lume e depois de morno, colocar em frascos escaldados e respectivas tampas com água fervente e escorridos. Cuidado não se queime.




Fica divino a acompanhar um bom café ou chá, numa fatia de pão ou sobre uma bolacha.
Dá também para adicionar às tartes, de mação por exemplo ou a bolos.

Bom apetite.


Um bom dia a todos e uma semana de paz e muito amor.


segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Sobremesa aproveitando bolo de chocolate


 Olá amigos!

Para confeccionar sobremesas ou acompanhamento de um belo café, aproveitando o bolo de chocolate que temos. Este ou outro qualquer que tenham em casa.



Este foi o bolo que coloquei aqui : 



E se por acaso não o comeram logo, este que foi feito ao mesmo tempo ( receita dobrada) com os quequinhos, podemos aproveitar para várias coisas. Duas ideias :


Com natas de coco batidas ( natas biológicas vegan derivadas de coco) e com um morango em cima. 
Um acompanhamento pata o nosso café mas sem excesso.
Uma pequena fatia de bolo, cortada ao meio e com duas colheres de creme estilo chantilly feito com natas de coco. Também pode usar as natas de soja, mas verifique se não contém GMO e se são biológicas.




Com iogurte vegan ou sem lactose, de morango.



Ou com gelado sem lactose, do sabor que mais lhe agradar. Compro de proteína de ervilha. E outras vezes faço, com leite de coco e fruta batida, neste caso morangos biológicos ( ainda encontra  morangos e framboesas, mirtilos, biológicos, nas lojas de venda de produtos biológicos, muitas destas frutas são criadas em estufas e os morangos em cultura de suspensão).





Bom apetite e boa semana!!

domingo, 17 de setembro de 2017

Doce de figo







Bom dia amigos!

Mais uma compota ou doce leve de figo.

Há dias ofereceram-me umas caixas de figos, alguns já muito maduros. 
Aproveitei os que achei melhores e depois de os lavar  coloquei numa panela inox sem qualquer adição de água.
Adicionei três cascas de vidrado de limão ainda verde ( o aroma é mais forte).
Um pau de canela e açúcar de coco, mas pode usar brown sugar ou o mascavado. Usei apenas 200 gramas porque estes figos eram pingo mel, e por isso muito doces. 
Deixei estar a cozinhar em lume brando por uma hora e meia até estar quase geleia. 
Numa tacinha adicionei duas colheres de chá de Agar-Agar biológica ( alga que vai ajudar a conservar o doce/compota por mais tempo e gelificar o preparado.






Enquanto fervia.


O resultado final.

Ficou uma delícia. Ainda não foi comido mais do que a rapadura do tacho....👧 vai saber bem nos dias de inverno, com frio lá fora.

Boa continuação de fim de semana a todos.
Paz e amor para todos!!





sábado, 16 de setembro de 2017

Bolo e queques de chocolate sem glúten ou lactose

Bom dia amigos. 

Um dia de paz e muito amor a todos. 
Na procura de bem estar e viver sem glúten ou lactose, mais uma receita, para quem sofre das mesmas intolerâncias.







Bolo de chocolate preto (85% cacau biológico)

200 ml de leite de amêndoa/aveia/arroz/ leite sem lactose ou leite comum, para quem não tem intolerância.
4 ovos ( ou 4 colheres bem cheias de linhaça dourada moída, hidratada com igual quantidade de água, para substituir o ovos) Foi isto que fiz, por isso a massa não cresce como o bolo normal. Mas garanto-vos que fica muito bom.

100 gramas de farinha de alfarroba. Pode ser substituída por polvilho ou farinha de mandioca, ou por aveia biológica sem glúten, ou ainda por farelo de amêndoa, se faz o leite de amêndoa em casa, ou ainda por coco, o que resta do preparado da confecção do leite de coco.
100 gramas de farinha de fécula de batata ou a mesma porção de batata doce cozida e esmigalhada ou farinha da mesma.
100 gramas de farinha sem glúten ( usei Schar). Pode ser substituída por amido de milho ou polvilho.
200 gramas de cacau puro, o que usei é biológico e tem mais de 85% de cacau puro). derretido em banho Maria.
200 gramas de açúcar de cana ( brown sugar) ou  mascavado ou açúcar de coco
125gramas de margarina  Alpro ou Rapunzel
1 colher de extracto de baunilha biológico ou meia vagem de baunilha ou ainda duas colheres de coco ralado ou duas colheres de vidrado de lima ou limão.
1 saqueta de fermento biológico
1 colher de café, de goma de guar para dar mais macieza à massa, especialmente se não usou ovos.

Derreter o chocolate em banho Maria, adicionar as gemas ou os ovos de linhaça, (explicado acima), adicionar o açúcar. Mexer energicamente. Adicionar a baunilha ou o vidrado da lima ou limao ou o coco ralado.
Ir adicionando aos poucos o leite e as farinhas. Pode misturar à parte as diversas farinhas, ( Schar, alfarroba, fécula de batata e o fermento ). Adicionar a margarina ( quem não sofrer de intolerâncias, pode usar manteiga). Se usou ovos, está na altura de adicionar as claras em castelo. Mexer bem.

Depois de bem mexido até ficar uma massa homogénea, untar forma e forminhas de queques pequenas, e polvilhar com um pouco de farinha, a mesma que usou para a confecção da massas.

Verter metade da massa numa forma ( usei uma pequena de bolo inglês), e o resto da massa nas forminhas de queques.

A massa não cresce como nos bolos com farinha de trigo e com ovos, mas posso garantir-vos que fica uma delicia.

Espero que gostem. Cá em casa foi um ar que lhes deu...



Até sempre. Bom sábado, que seja de muita paz e alegria.
Até sempre.


domingo, 23 de julho de 2017

Ideias para viver melhor : salada de frutas

Bela não?? Não comi as duas, embora fosse capaz...mas tive companhia. 
Depois chá. Foi óptimo. Recomendo muito.




Ingredientes.

Para sete pessoas:

1 manga até meio quilograma
1  mamão ou papaia até meio quilograma ou melão, ou ananás, ou pêra, maçã etc
1 banana grande ou duas pequenas
1/2 meloa com 1 quilograma
1 romã grande ou outra fruta a gosto, como anonas, ou kiwi dourado ou outros frutos que gostem. A ideia é desfrutar das frutas da época e não precisamos por isso, para ter uma bela salada de frutas, usar frutos que viajaram milhares de quilómetros. Esses são, sinceramente, os que devemos usar menos.
4 ameixas pretas grandes, ou arandos ou mirtilos, framboesas, amoras, ....abrunhos amarelos...figos.
Fica ao seu critério. O que interessa é comer mais saudável para viver melhor.

Sumo de um limão e laranja e eventualmente se estiver ácido, uma ou duas colheres de geleia de agave  ou mel.

Lavam-se as frutas, descascam-se e cortam-se em pedacinhos. Por cima colocam-se bagos de romã e sumo de um limão para as frutas não oxidarem.
Não leva qualquer açúcar, nenhum mesmo. 

Pode ainda usar a salada de fruta como base para uma sobremesa mais requintada, com gelado ou sorvete, com natas, chantilly, frutos secos e, até iogurte, de preferência natural ou kéfir. 
A composição da salada, depende sempre do nosso gosto e das frutas da época.

Faço muitas vezes para comer ao pequeno almoço com uns cereais de aveia ( de preferência biológica) e com iogurte e frutos secos partidos. Um bom início para o vosso dia. Se acompanhada com uma panqueca de aveia, então é uma delícia.
Experimentem e depois digam-me se fica ou não uma verdadeira maravilha.

Bom apetite.






Aproveito para desejar boa semana!


sexta-feira, 14 de julho de 2017

Queijadas de coco sem glúten



Olá, bom dia!!

Que melhor do que começar o fim de semana com queijadas de coco??





São rápidas de fazer e só contêm ingredientes naturais.





Ingredientes:

1/2 chávena de leite de coco
1/2 chávena de leite de amêndoa ou soja ou aveia 
Duas colheres de sopa de manteiga ou margarina vegan
150 gramas de coco seco.
Seis colheres de sopa de açúcar mascavado ou amarelo.
Uma chávena de  farinha de grão.
Meia chávena de farinha de alfarroba ou outra sem glúten.
Meia chávena de amido de milho
Uma colher de chá de fermento sem glúten
2 ovos biológicos ou meia chávena de sementes de chia hidratadas ou uma chávena de polpa de maçã ou batata doce  cozida.



Preparação : 

Misturar todos os ingredientes secos  e o fermento.
Não esqueça de misturar os 150 gramas de coco seco.
Pode acrescentar sultanas hidratadas em água morna e depois escorridas e secas, antes de misturar à massa. 
Misturar os ovos um de cada vez. Ou as sementes de chia hidratadas ou fruta cozida ou a batata doce, ou a linhaça, na mesma proporção.
Untar formas com óleo ou manteiga ou margarina e polvilhar com farinha sem glúten. Pode ser espelta, grão, milho ou mandioca.
Colocar massa até dois terços das formas e levar  ao forno por 20 minutos. 
Não esqueça de pré-aquecer o forno a 180ºC e colocar o tabuleiro com as formas a meio.
No fim do tempo de cozedura, o palito que espetar não deve trazer massa atrás, mas pode vir húmido.

Os ingredientes podem ser substituídos. As farinhas que não fazem mal ou melhor que não contêm glúten já são várias. Espelta, grão, trigo duro, milho branco e amarelo, amido de milho, etc.
Encontra fermento biológico sem glúten nas lojas dietéticas.

Os ovos podem ser substituídos por maçã ou pêra cozida. Batata doce, ou sementes de chia hidratadas ou ainda sementes de linhaça moída. São óptimos ingredientes que podem substituir os ovos e que têm boas proteínas. 
Manteiga pode ser substituída por margarina ou óleo de coco. 
Mas se não sofre de intolerância ao glúten, ou se não é vegetariana ou vegan, pode usar sempre ser usado com os ingredientes comuns. As quantidades são as mesmas. 
Nesta receita as claras não são batidas em castelo, mas se as quiser batidas em castelo, o resultado será um queque e não uma queijada.



A receita acima dá para doze queijadas e garanto-vos que são deliciosas e não vos vão fazer mal !!


Garanto-vos que todos vão adorar. Mas se não gostarem de coco, substitua por maçã ou pêra cozida, ou abóbora, cenoura. Com sultana ou frutos secos grosseiramente partidos e certamente vai adorar.


Depois é guardar, se não desaparecerem de imediato. São simples de fazer e muito bos para acompanhar com sumos naturais, café ou chá.

Espero que gostem!! Eu simplesmente adoro !!😋😊😋